eu sou só sorrisos
Eu quero casar com você. Quero ter filhos e discutir sobre quem ama mais e quero brigar sobre quem vai lavar a louça. Eu quero uma vida contigo.
Talvez eu só precise de duas coisas: um copo de cerveja e um bom amigo pra conversar.”
Marcello Henrique. (via sou-inseguro)
Eu gosto dos extremos. Sou exagerada, tipo 8 ou 80. Não é algo que eu escolhi ser, apenas sou. E isso é ruim, porque uma palavra boba pode facilmente me magoar profundamente. Por outro lado, isso poder ser muito bom, já que um ato inesperado me faz ter um momento intenso de felicidade. Sou difícil de lidar, eu sei, mas quando alguém me ama, me ama demais também. É aí que vejo que o exagero não é uma característica só minha.”
Refiz.  (via florescei)
Você é a mesma pessoa por quem me apaixonei ontem. A mesma por quem estarei apaixonado amanhã.”
Se Eu Ficar. (via florescei)
— Alô?
Oi.
— Eu nem ia atender.
Eu nem ia ligar.
— O que você quer? Faz menos de 20 minutos que a gente se viu.
Eu sei. Você esqueceu seu cd, tá comigo. Vem buscar?
— Hoje não. Amanhã eu passo aí e pego.
Tá.
— Posso desligar?
Não.
— Você quer que eu diga alguma coisa?
Pode ficar quieto, não me importo.
(Ele ri do outro lado) — Quer que eu fique mudo?
Quero.
(silêncio)
Tô ouvindo você respirar, é bonitinho.
— Você me assusta.
Você me assusta.
— Eu?
É.
— Porque? Sou um monstro agora?
Quase isso.
— Vou desligar.
Não, fala comigo.
— Tô com sono, me deixa dormir.
Não posso te deixar dormir, você nunca me deixa dormir.
— Você gosta de mim.
Gosto.
— Sou irresistível.
E gostoso.
— Então você não me ama, o nome disso é tesão.
Pode ser, eu ainda não sei o nome.
— Como você não sabe nomear o que sente?
Vou chamá-lo de corda.
— Corda?
Tá me sufocando.
— É uma piada?
Não.
— Tô com mais sono ainda.
Porque você faz isso?
— Isso o que?
Me faz te querer tanto assim, não é normal.
— Eu roubei uma calcinha tua, e escrevi meu nome. Agora você vai me amar pelos próximos 70 anos.
Isso é o que? Macumba? — Ela dá gargalhadas.
— Aprendi na internet. E dá certo.
Se eu roubar uma cueca tua e escrever meu nome? Você vai me amar pelos próximos 70 anos?
— Não.
Não?
— Não.
Porque?
— Por que minha sentença já foi dada. Eu vou te amar pelos próximos 100 anos.
É quase uma prisão perpétua.
— Eu não ligo.
Mas eu ligo.
— Posso desligar agora? Fui romântico e tudo.
Agora pode.
— Posso?
Pode.
— Jura que você não vai vir com aquele papo de “desliga você primeiro”?
Não. Isso é ridículo, e só namorados fazem isso.
— Quer namorar comigo?”
Rayssa G, abstinenc-e. (via florescei)
Esses dias revirando minhas coisas achei uma camisa sua, eu dei um sorriso de canto porque aquela camisa me lembrava momentos bons e momentos ruins. Eu à cherei e ainda estava com seu cheiro, fechei os olhos como se fosse comer o cheiro, como se eu fosse sentir cada partícula e até quantas espirradas você deu naquela camisa velha para durar tanto aquele perfume.
Fui procurando e vi uma caixa escrito “lembranças suas”, vasculhei só pra matar a saudade e vi fotos empoeiradas, flores estragadas e muitos outros mimos. Mas ai eu fiquei pensando o porque de eu ter guardado aquela caixa, levantei e fui ate o quintal, derramei uma garrafa de vodka em cima e coloquei fogo Enquanto tomava os últimos goles de vodka via todas aquelas besteiras queimando, dava uma dor no coração mas eu queimei, queimei sem dó. Se a camisa foi junto? claro que foi… pra minha gaveta.”
Florescei ( (via florescei)